Conheça alimentos que deixam pele, cabelos e unhas mais fortes para o outono

Prepare a dispensa para manter a beleza nos dias frios

labfa-espinafre-corte

Conforme o outono e o inverno batem à nossa porta, nossa pele, unhas e cabelos costumam ficar mais frágeis, opacos e sem vida. Usar e abusar dos hidratantes ajuda bastante, mas é importante lembrar que as mudanças duradouras devem vir de dentro pra fora – e é aí que entra a alimentação.
Leia Mais

Parabéns, Frischmann Aisengart!

Completamos 68 anos consagrados como o maior laboratório ambulatorial do Sul do Brasil

labfa-aniversario-corte

Mais de 1 milhão de pacientes atendidos, indicações de mais de 6 mil diferentes médicos, cerca de 8 milhões de exames realizados e tudo isso apenas no último ano. E, mais do que isso, clientes satisfeitos. “De acordo com as pesquisas constantes que realizamos, nosso índice de satisfação é de 97%, uma média que nos deixa muito felizes. Lidamos com a saúde das pessoas e nossa tradição, confiabilidade, qualidade e bom atendimento são premissas básicas de nosso trabalho”, revela nosso diretor, Dr. Milton Zymberg.
Leia Mais

Lábios saudáveis no frio

Como passar pelos dias frios sem rachaduras na boca

labfa-labios-corte

O clima começa a esfriar e os lábios são os primeiros a dar sinais de descontentamento: ficam ressecados, descascam, racham e alguns chegam até a sangrar. O motivo nem sempre é só o vento gelado, mas também a falta de umidade no ar e a diminuição do consumo de líquidos (é muito mais fácil se lembrar de tomar água quando está calor, não é?).
Leia Mais

Novidade contra o câncer de mama: terapia anti-hormônios masculinos

Descoberta da Universidade do Colorado acrescenta um quarto alvo para as terapias

labfa-mama-corte

Já faz uns bons anos que os médicos sabem que alguns tumores de mama crescem com a ajuda de hormônios femininos – estrogênio e progesterona –, tanto que já existem tratamentos no mercado que focam na inibição destes hormônios para enfraquecer as células cancerosas. A novidade é que cientistas da Universidade do Colorado descobriram que boa parte destas células também tem receptores de hormônios masculinos (andrógenos).
Leia Mais

Alimentos da estação: Erva-doce

“Dor de estômago ou dor de barriga? Toma um chazinho de erva-doce que resolve!” – quem nunca ouviu esta frase por aí, não é mesmo? Mas será que funciona de verdade?

labfa_erva-doce-corte

Funciona sim. Também conhecida como funcho, a erva doce é uma planta que traz estes e vários outros benefícios para a saúde e para a beleza. Possui cálcio, fósforo e vitaminas do complexo B, os quais, juntos, podem aliviar gases, combater a cólica intestinal, facilitar a digestão, reduzir o risco de câncer de mama e de ovário (graças aos seus flavonoides), regular a pressão arterial e contribuir com o emagrecimento, já que é um alimento diurético que ajuda a eliminar as toxinas do corpo. A infusão feita com sementes é boa para a limpeza da pele da face e as mães também se beneficiam com o chá, que estimula a produção de leite.
Leia Mais

Passe pelas estações frias com a saúde intacta

Siga nossas dicas para fugir das doenças mais comuns nessas épocas

labfa-frio-corte

Frio é bom para se enrolar no cobertor, comer fondue, curtir um filme. No entanto, o frio também traz com ele a maior probabilidade de desenvolver doenças respiratórias – gripes, resfriados, asma e todos os “ites” (bronquite, sinusite, rinite). As mudanças bruscas da temperatura, o tempo seco e a poluição contribuem para essas infecções que deixam qualquer um debilitado.

Nem sempre dá para evitar ficar doente, mas dá para seguir algumas dicas e diminuir a probabilidade.

  • Alimente-se bem: aposte em sopas e caldos ricos em verduras e legumes. As frutas também são essenciais, principalmente aquelas que contêm vitamina C. Um corpo bem nutrido tem mais forças para se defender dos vírus e bactérias.
  • Mantenha a hidratação: é normal perder a vontade de beber água quando o dia está frio, mas é necessário se esforçar e beber mesmo assim. Os líquidos são importantes para controlar todo o funcionamento do organismo.
  • Cuidado com as roupas: blusas, casacos e cobertores que ficaram guardados o ano todo acabam saindo dos armários direto para o uso. Isto não faz bem – com poeira acumulada, os tecidos ficam com ácaros, a principal causa das alergias do aparelho respiratório. O correto é lavar tudo e secar ao sol antes de usar.
  • Evite locais aglomerados. As bactérias ficam concentradas em ambientes fechados, por isso é importante evitar esses locais.
  • Evite exposição prolongada a ambientes com ar condicionado ou aquecedor: o ar fica seco e “viciado”. Os vírus e o pó ficam circulando no mesmo ar e a chance de contágio é maior.
  • Durma em local arejado e umedecido. Utilize umidificadores de ar ou reservatórios com água nos quartos.
  • Respire sempre pelo nariz, nunca pela boca: os pelinhos do nariz são um filtro natural que bloqueiam a maior parte das partículas alergênicas.
  • Lave as mãos com frequência: as mãos são as responsáveis pelo maior número de contágio. Sem saber, você pode tocar algum objeto que foi tocado por alguém doente. Sempre que der, lave as mãos ou esterilize-as com álcool-gel.
  • Cuidado com o choque térmico: sair de um lugar quente e ir para um lugar frio ou vice-versa causa choque térmico no corpo. Consequentemente, a imunidade fica mais frágil e mais propensa as doenças.
  • Não faça automedicação: na maioria das vezes a doença some em alguns dias sem precisar de medicamentos. Repouso, alimentação correta e muita água costumam dar conta do recado. Se os sintomas não melhorarem em 3 dias, procure um médico, que poderá avaliar o caso, identificar a gravidade da situação e indicar o melhor tratamento.
  • Tome a vacina contra a gripe: é a melhor opção para não ficar gripado. Dentre as possíveis doenças, você já se livrará da pior.

Em caso de gripe, é bom procurar um infectologista

Quando é gripe grave, o corpo pode correr riscos

labfa-gripe-corte

Os brasileiros têm o costume errado de achar que gripe e resfriado são a mesma coisa, mas não são. Enquanto o resfriado vem acompanhado de uma leve dor de garganta, febre muito leve de vez em quando (37ºC) e um pequeno mal-estar que vai embora sozinho em 3 ou 4 dias, a gripe é tudo isto e mais um pouco.
Leia Mais

Alimentos da estação: Berinjela

Conheça os benefícios do alimento

labfa-berinjela-corte

A berinjela não é um vegetal típico do Brasil, mas a planta que veio da Índia se adaptou muito bem ao nosso solo graças ao clima, que é quente a maior parte do ano. Sendo assim, não é difícil vê-la nas mesas tupiniquins, é fácil de encontrar na feira e é comumente usada para substituir a carne em receitas vegetarianas. Até aí, tudo muito normal. A novidade é que, de uns anos para cá, pesquisadores de vários lugares do mundo resolveram estudar a berinjela e concluíram que ela é mais do que uma simples opção de comida. Ela é um poço de benefícios.
Leia Mais

O que comer antes de praticar exercícios físicos?

Confira alguns alimentos que podem fazer a diferença antes da malhação

labfa-exercícios-corte

Ir para a academia de barriga vazia não é nada bom – o corpo precisa de energia para o exercício render. Por outro lado, barriga muito cheia ou com alimentos pesados e gordurosos também não ajuda em nada. O que consumir então?
Leia Mais

Alimentos da estação: Abacate

Calórico? Sim. Gorduroso? Também. É um vilão da dieta? Muito pelo contrário!

labfa-abacate-corte

Houve o tempo em que o abacate não era visto com bons olhos. Pudera: a clássica receita de abacate batido com um pouco de açúcar fica com mais de 400 calorias e em uma colherada já dá pra ver que ele é gorduroso. No entanto, todas as críticas eram infundadas – a fruta é uma forte aliada da saúde.

Sua gordura é monoinsaturada, o tipo que o organismo queima rápido para conseguir energia para o dia todo. É uma gordura boa, que abaixa o colesterol ruim, eleva o colesterol bom e lubrifica os órgãos.

O abacate ainda possui cerca de 20 nutrientes essenciais à saúde, sendo rico em potássio, fibras, vitamina E, vitaminas do complexo B, ômega-3 e ácido fólico. Tem propriedades anti-inflamatórias, protege o corpo contra toxinas prejudiciais ao fígado e ajuda na absorção de carotenoides (substância antioxidante que luta contra os radicais livres).

E mais: como tem pouca frutose, é boa opção de doce para os diabéticos. Outro ponto positivo é que a sua casca é bem resistente, o que dificulta a absorção de agrotóxicos e pesticidas.

E não se pode esquecer que o abacate, além de tudo, funciona muito bem do lado de fora do corpo – ao estimular a produção de colágeno, a pele fica jovem e hidratada, enquanto o cabelo fica sedoso e brilhante.

Aproveitando que é época do abacate, quando ele está ainda mais saboroso, que tal incluí-lo em seu cardápio? Em pratos doces ou salgados, a fruta é sempre bem vinda. Uma boa sugestão é o clássico guacamole – a receita mexicana é deliciosa e não faz mal à saúde.

Guacamole
Ingredientes: 1 abacate grande, 1 tomate sem sementes, ½ cebola, sal a gosto, suco de ½ limão, 1 dente de alho picado e 1 pimenta-malagueta picada sem sementes (opcional).
Modo de fazer: mergulhe a cebola na água quente por um minuto para tirar o ardido (opcional). Corte em cubinhos e reserve. Descasque o abacate e amasse um pouco com o garfo. Pique os demais ingredientes e misture tudo. Sirva com torradinhas ou com tortilhas de milho.