Botulismo

O botulismo é uma doença bacteriana grave, porém rara. Ela é causada pela ingestão de alimentos contaminados ou então através de machucados na pele.

BLOG BOTULISMO

O botulismo é uma doença bacteriana grave, porém rara. Ela é causada pela ingestão de alimentos contaminados ou então através de machucados na pele. Por existir mais de um tipo de contaminação, existem três tipos de botulismo, sendo eles o lactante ou infantil, o alimentar e o das feridas, todos considerados fatais.
Os sintomas de cada um são: Botulismo infantil: constipação, baba excessiva, irritabilidade, cansaço, pálpebras caídas, fraqueza muscular e até paralisia.
Botulismo alimentar: dificuldade para falar, engolir e respirar, visão dupla ou turva, boca seca, fraqueza, náuseas, vômitos, cólicas abdominais e também a paralisia.
Botulismo das feridas: quase que igual ao botulismo alimentar, só que sem os sintomas de náuseas, vômitos e cólicas abdominais.
O tratamento para todas as formas da doença é hospitalização com urgência, onde será diagnosticado quais são os sintomas que estão ocorrendo no momento, e assim o médico toma as providências necessárias.

Exames para toda vida

Os exames clínicos são fundamentais para que os médicos possam diagnosticar doenças

Exames toda a vida -blog

Os exames clínicos são fundamentais para que os médicos possam diagnosticar doenças, repassar orientações adequadas a seus pacientes e acompanhar o progresso dos mais diversos tratamentos. Conheça alguns dos exames mais solicitados por Clínicos Gerais: Triglicerídeos; Ácido Úrico; Beta hCG; Papanicolau; Creatinina e ureia; Hemograma; Glicemia; Parcial de Urina; PCR e Provas de Função Hepática.

Trombose

A trombose é a formação de um coágulo de sangue em alguma veia do corpo, e que geralmente ocorre nas pernas.

BLOG TROMBOSE

A trombose é a formação de um coágulo de sangue em alguma veia do corpo, e que geralmente ocorre nas pernas. A causa deste problema se deve pela falta de circulação correta do sangue nas veias e pode causar embolia, que é quando o coágulo circula pelo corpo e pode ficar preso no cérebro, coração, pulmão ou em outro lugar, causando lesão ou até morte. Os sintomas mais comuns são dores nas pernas (principalmente na panturrilha, mas até mesmo no pé e tornozelo), além da queimação no local, edema e mudança da cor da pele na região do coágulo. O tratamento pode ser feito por diluidores de sangue, como anticoagulantes, uso de medicamentos para casos mais graves, meias de compressão e inserção de filtros na maior veia do abdômen para impedir a embolia. Para evitar esse problema, a prática de exercícios é fundamental, assim como evitar o excesso de peso, fumo, estresse e consumo de alimentos com gordura animal.

Diferença entre intolerância a lactose e alergia ao leite

Você já ouviu falar em intolerância à lactose? E de alergia ao leite? Mesmo que pareçam iguais, as duas são bem distintas.

Lactose - blog

Você já ouviu falar em intolerância à lactose? E de alergia ao leite? Mesmo que pareçam iguais, as duas são bem distintas. A primeira é um distúrbio digestivo, quando o intestino delgado é incapaz de digerir a lactose – que é o açúcar do leite. Já a segunda é uma reação do corpo quando entra em contato com as proteínas do leite. Para descobrir se você possui intolerância à lactose, existem três exames, sendo eles o teste de hidrogênio na respiração, o teste de acidez nas fezes e o próprio teste de intolerância à lactose, que é oferecido gratuitamente pelo SUS. O tratamento para as duas doenças são mudanças na dieta, excluindo o leite e seus derivados.