A gripe pode ser grave, mas a prevenção é simples

Nova vacina contra gripe chega ao Brasil

gripe-corte

A temporada das gripes já está chegando e muitas pessoas saíram em busca da vacina contra a influenza. Uma nova composição, mais completa, foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e já está disponível no Frischmann.

A nova vacina é trivalente – possui três cepas virais, sendo duas tipo A (H1N1 e H3N2) e uma do tipo B. De acordo com a OMS, estes são os vírus que têm a maior probabilidade de circular durante este outono/inverno do hemisfério sul. A partir dos 9 anos de idade apenas uma dose é necessária por ano e a proteção é eficaz a partir do sétimo dia após a vacinação, atingindo o nível ideal de proteção depois de 14 a 21 dias.

“Como toda vacina, há um estímulo do sistema imune que desenvolve anticorpos contra os tipos de vírus contidos na vacina, gerando assim a proteção”, explica nosso médico sanitarista, responsável pelo setor de vacinas, Dr. Ricardo Cunha. “Esta proteção, no caso da vacina contra a gripe, não é de longa duração, fazendo com que a as pessoas tenham que se vacinar todo ano”.

Quanto a possíveis reações adversas, o médico afirma que elas são mínimas, geralmente resumindo-se a reações discretas no local da aplicação – as mais comuns são dor leve e vermelhidão, que ocorrem nas primeiras 72 horas. A febre como reação à vacina ocorre em menos de 1% dos casos e reações alérgicas graves também não são comuns.

Resumindo: no fim das contas, a vacina só traz benefícios. É importante fazer esta prevenção, especialmente os idosos e pessoas com a saúde mais frágil. Ainda que normalmente uma gripe só afete o sistema respiratório e inclua febre, dor no corpo e fadiga, a doença pode se desenvolver de maneira grave, levando à hospitalização.

Tags:, , , , ,