Aproveite as festas juninas sem descuidar da saúde

De Norte a Sul do país, ninguém perde essa festa que é recheada de comidas típicas.

Frischmann_blog_São-João

É tempo de entrar no ritmo de “São João” e se preparar para os deliciosos quitutes tradicionais das festas juninas e julinas. De Norte a Sul do país, ninguém perde essa festa que é recheada de comidas típicas. Embora esses alimentos não sejam prejudiciais à saúde, é no exagero e na mistura de guloseimas que mora o perigo.

Grande parte dos alimentos consumidos nessas festas possuem uma grande quantidade de carboidratos e gorduras, dois fatores que favorecem não somente ao ganho de peso, mas que interferem, também, no controle do diabetes e colesterol e na função intestinal.

Para quem quer aproveitar esses momentos e não perder a festa, algumas dicas da endocrinologista do Laboratório Frischmann Ainsergart, Myrna Campagnoli são bastante importantes na hora de escolher os alimentos.

A batata-doce e o milho verde são boas opções desse período. Nas festas juninas a batata doce é servida assada e tem um índice glicêmico baixo, “ela ainda é rica em vitamina C e betacaroteno, antioxidantes que previnem o envelhecimento das células”, explica a médica. Já o milho verde é usado na preparação de bolos, pamonhas e na versão cozida. “Ele auxilia no metabolismo, dá energia, além de ser fonte de vitamina A e C, potássio, ferro e fibras”, diz.

Outra vedete das festas é o pinhão: cozido, assado, não importa. O alimento é rico em calorias, mas também em vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo e proteínas e também de ômega 6 e 9, que auxiliam no controle do colesterol, assim como o amendoim, que é utilizado na paçoca, na canjica e em outros quitutes.

Com moderação você não precisa fugir do doce de abóbora! Mesmo com uma grande quantidade de açúcar, ele possui um alto valor nutritivo. Na mesma linha temos o quentão, feito a partir do vinho de uva, fruta que tem entre suas substâncias o Resveratrol, uma substância que é importante no combate a infecções por fungos, além de atuar no organismo como um antioxidante.

Para melhorar ainda mais as guloseimas nesta época do ano, acrescente o gengibre e a canela. O primeiro é um estimulante da circulação e um poderoso antioxidante que combate os radicais livres e aumenta a velocidade do metabolismo. A canela auxilia no controle da glicemia em diabéticos e pessoas que tenham resistência à insulina e tem ainda ação anti-inflamatória e antioxidante.