Ar-condicionado: por que devemos nos preocupar?

Ele pode ser o causador das suas doenças

arcondicionadofrischmann - cortado

Você sente o sol quente queimando sua pele e o que mais deseja naquele momento é se refrescar em um lugar com ar condicionado. A sensação de alívio que o ambiente climatizado traz é ótima, mas ela pode ter um preço.

Com a popularização do aparelho, surgiu uma doença batizada pelos especialistas como “Asma do Ar-Condicionado”. E se você pensa que o problema é a mudança de temperatura, é hora de mudar de ideia!


O maior risco do ar-condicionado está na sua manutenção – ou melhor, na falta dela. As paredes dos tubos do aparelho têm alta concentração de ácaros, bactérias, fungos, vírus e transmissores de doenças. E podem acarretar ou agravar doenças pré-existentes como conjuntivites, problemas respiratórios como bronquite e rinite, além de outras reações alérgicas.

Nosso especialista, Dr. Jaime Rocha, explica que os cílios (pelos) que revestem as paredes do sistema respiratório, encarregados de jogar para fora as impurezas que entram junto com o ar que respiramos, ficam paralisados por causa do ar-condicionado. “Com isso, os agentes causadores de problemas alérgicos permanecem livres no organismo para provocar doenças respiratórias”, afirma.

O culpado não é o frio. “O ar quente exerce o mesmo efeito. O problema é que o ar-condicionado desidrata o ar e resseca o muco protetor que reveste as mucosas das vias aéreas. O ressecamento destrói anticorpos e enzimas que atacam germes invasores, predispondo as pessoas às infecções”, elucida o médico.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), de acordo com Jaime Rocha, exige que os estabelecimentos que usam o sistema de ar-condicionado central tenham o Plano de Manutenção Operacional e Controle (PMOC), que garante a pureza do ar.

Se você tem o aparelho em casa, fique atento aos seguintes pontos da manutenção:

  • Lave o filtro do ar-condicionado com água corrente uma vez por mês;
  • Mande o aparelho para manutenção pelo menos uma vez por ano;
  • Se o aparelho fica em região praiana, o cuidado deve ser redobrado, já que a maresia pode acelerar o processo de corrosão do aparelho.

Tags:, , , , ,