Dicas para amenizar a insônia e dormir melhor

Uma boa noite de sono pode estar ao seu alcance com pequenas atitudes

labfa-insonia-corte

Noites mal dormidas não fazem nada bem – a insônia pode causar distúrbios da memória e concentração, ansiedade, depressão, irritabilidade, insatisfação, baixo rendimento profissional, prejuízo do convívio social e aumento do risco de acidentes. Além disto, pode causar hipertensão, diabetes, envelhecimento precoce e até mesmo obesidade.

O problema não é considerado uma doença, mas geralmente surge por predisposição genética ou fatores físicos, biológicos, mentais, psicológicos e sociais. Independente do motivo do insone, o fato é que o cérebro da pessoa fica em estado de alerta constante e o corpo não consegue relaxar.

Se esse é o seu caso, saiba que pequenas atitudes podem ajudar a chamar o sono!

– Fuja dos eletrônicos: conforme a hora de dormir se aproxima, desligue o computador e o celular. A exposição à luz e ruídos deixa o cérebro ainda mais ligado, especialmente quando se trata de algo com tantos atrativos para a mente. Aproveite o momento para ver TV ou ler um livro.

– Estabeleça horários: volte à infância e decida um horário obrigatório para ir para a cama. Coloque um alarme para avisar que é hora de dormir e aceite que o que não deu para ser feito até então só deve ser terminado no dia seguinte.

– Não leve trabalho para casa: se o trabalho acumulou e os prazos estão apertados, o melhor a fazer é ficar até mais tarde ou chegar mais cedo. Uma vez dentro de casa, a ordem é esquecer o emprego.

– Escreva: muitas pessoas não conseguem dormir porque ficam repensando afazeres e problemas. Uma boa dica é fazer um diário de pendências e preocupações. O cérebro encara como algo que não será esquecido e relaxa mais facilmente.

– Tenha uma rotina: faça o seu corpo se acostumar, como um relógio, com os seus hábitos. Hora de comer, hora de tomar banho, hora de dormir.

– Obedeça o cansaço: não fique lutando contra o sono. Se o sono chegou, quem sofre de insônia não deve tentar ficar de olhos abertos. Desista do filme, deixe o serviço de casa para amanhã.

– Faça exercícios: 20 ou 30 minutos de exercícios aeróbicos fazem maravilhas para a qualidade do sono, mas a dica é ver o que funciona para você. Se o exercício o deixa energizado, faça-o pela manhã, pois você gastará toda a energia ao longo dia e chegará relaxado em casa. Se o exercício em si já serve para relaxar os músculos e eliminar os problemas da mente, faça-o cerca de 4 horas antes de ir para a cama.

– Cuidado com o álcool: sim, bebidas alcoólicas podem fazer as pessoas dormirem mais facilmente, mas elas impedem que o corpo atinja os níveis mais profundos do sono. Combinar um copo de água a cada copo de álcool pode ser uma boa ideia.

– Evite as “más companhias”: quem sofre de insônia deve evitar dormir com crianças, parceiros que roncam e animais. Se não for possível, considere experimentar tampões de ouvido e camas mais espaçosas.

– Não durma de barriga cheia e nem vazia: evite comer muito no jantar, especialmente comer tarde da noite, mas também evite dormir com fome. Um copo de leite, um pedaço de bolo, um pãozinho com manteiga… coma algo leve pouco antes de ir para a cama, pois estudos mostram que alimentos com alto índice glicêmico são os que mais aceleram a produção dos neurotransmissores que brigam contra a insônia.

Tags:, , , , ,