Frischmann Aisengart oferece teste NS1, que permite detecção precoce da dengue

O exame detecta a doença de forma mais eficaz que os demais métodos utilizados

Frischmann_blog_700x240

O Laboratório Frischmann Aisengart oferece o teste NS1, procedimento que permite a detecção precoce da dengue e que consiste em um exame de sangue para verificação do antígeno NS1.

O teste tem sido desenvolvido nos últimos anos e é mais rápido e eficaz do que os disponíveis atualmente, apresentando alta sensibilidade e especificidade diagnóstica, o que permite uma confirmação precoce da infecção pelo vírus da dengue logo após o início dos sintomas. Sua finalidade é detectar a infecção pelo vírus da doença antes do aparecimento dos anticorpos da classe  IgM/IgG, que é o princípio diagnóstico da maioria dos testes.

Segundo Jaime Rocha, infectologista do Frischmann Aisengart, o teste auxilia tanto médicos quanto pacientes, além de agregar valor ao tratamento da doença. “Com a detecção precoce é possível realizar um diagnóstico mais preciso e, assim, obter decisões mais acertadas para cada caso. Além disso, ela permite o início mais rápido do tratamento de suporte, a não-recomendação de medicamentos contra-indicados para pacientes infectados pelo vírus, contribuindo, assim, para a diminuição da mortalidade devido às complicações da mesma”, afirma.

O NS1 é detectável até o sétimo dia de dengue com segurança e apresenta vantagem sobre a técnica de detecção de anticorpos da classe IgM (imunoglobulina M) antidengue. Esta não pode ser utilizada para diagnóstico na fase aguda da doença porque a IgM se torna detectável entre cinco e dez dias depois do aparecimento da febre, em casos de infecção primária e, algumas vezes, é de difícil detecção em infecções secundárias. Por isso, costuma ser utilizada somente a partir do sexto dia da doença. “Nesse momento, o paciente pode ter sarado ou evoluído para um quadro mais grave”, conclui Rocha.

O exame ainda não tem cobertura por parte dos planos de saúde e é considerado de custo intermediário, se comparado com os demais procedimentos utilizados atualmente para a detecção da doença.

 

Para agendar o exame, ligue para (41) 4004.0103  ou acesse: http://www.labfa.com.br/