Mitos e verdades sobre a osteoporose

Os ossos ficam mais frágeis com o passar dos anos, mas é possível evitar a doença

BlogFR02 (9)

Ao contrário do que muitos pensam, nossos ossos não param de trabalhar depois que atingimos a nossa altura máxima. Ainda que seu tamanho possa permanecer o mesmo por décadas, o trabalho dos ossos é constante – para se ter uma ideia, a cada dez anos o esqueleto humano se renova por inteiro.

Compostos por uma matriz na qual se depositam complexos minerais com cálcio, os ossos possuem dois tipos de células: os osteoclastos, que reabsorvem as áreas envelhecidas, e os osteoblastos, que produzem ossos novos. Com o passar dos anos, porém, a absorção das células velhas aumenta, e a formação de novas células ósseas diminui.

O resultado é que os ossos se tornam mais porosos, e perdem resistência. Quando o caso ultrapassa o limite previsto pela idade, surge a osteoporose – uma doença silenciosa que pode trazer sérias fraturas.

Conheça alguns mitos e verdades sobre a osteoporose:

– O maior risco da doença são as fraturas
Verdade. Quem sofre de osteoporose pode sofrer fraturas ósseas muito mais facilmente, e o risco vai além de quebrar um osso ao escorregar e cair. Em casos extremos, o esforço de um simples espirro ou tosse pode fazer um osso se partir.

– Osteoporose causa dor
Mito. A osteoporose em si não ocasiona dor alguma, ela só aparece quando ocorre fratura ou desgaste que causa alteração postural significativa. As fraturas mais comuns acontecem nas vértebras da coluna, no fêmur e no punho.

– É uma doença hereditária
Inconclusivo. A osteoporose surge por fatores como hábitos alimentares errados (ingestão insuficiente de cálcio), sedentarismo e falta de exposição solar – fatores estes que não dependem dos genes. Por outro lado, a capacidade de absorção de cálcio a partir da vitamina D tem caráter genético, o que pode influenciar as chances de desenvolver a doença.

– A prática de atividade física ajuda na prevenção
Verdade. A atividade física exerce pressão sob o tecido ósseo, e esta pressão é um estímulo importante para a formação deste tecido, garantindo que adquira maior rigidez. Além disso, o exercício ajuda a prevenir quedas porque preserva reflexos, dá equilíbrio e amplia os movimentos.

– Osteoporose é falta de leite
Mito. Pessoas com intolerância à lactose ou que simplesmente não gostam de leite também podem se prevenir. Existem diversas fontes de cálcio, como queijo, iogurte, tofu, brócolis, espinafre, sardinha, soja, linhaça e aveia – a recomendação diária fica entre 800mg e 1200mg de cálcio por dia. Alimentos ricos em proteína, fósforo, magnésio e vitaminas A, C, do complexo B e K também beneficiam a saúde óssea.

– Osteoporose não tem cura
Verdade. Infelizmente esta doença não tem cura, mas pode ser tratada. Com sucesso, a osteoporose pode regredir para a osteopenia, que é uma forma mais leve de perda de massa óssea.

– É uma doença feminina
Verdade. Ainda que possa acometer homens, o índice de mulheres com a doença é muito superior. Isto acontece por causa das alterações hormonais, especialmente a queda na produção de estrógeno após a menopausa. Se não for adotada nenhuma medida nesta fase da vida, a falta do hormônio causará, em dez anos, perda de metade da massa óssea adquirida durante toda a vida. É por isto que o exame de Densitometria Óssea é indicado a todas as mulheres que estão na menopausa.

Tags:, , , ,