Os perigos da automedicação

Nenhum tipo de remédio deve ser tomado sem a supervisão de um médico

Blog08

Quem nunca ouviu a frase “de médico e louco todo mundo tem um pouco” e não viu mal algum em tomar aquele remedinho para se sentir melhor de uma gripe forte?

A automedicação é mais comum do que se imagina: muitas pessoas usam remédios indicados por amigos e conhecidos, ou utilizam um medicamento anteriormente prescrito em uma consulta. Tomar remédios sem avaliação médica pode trazer diversas complicações e levar, até mesmo, à morte.

Analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios são os medicamentos mais usados pelas pessoas sem o aval clínico. Os analgésicos são os maiores responsáveis por overdose acidental e dependência. O trio antitérmicos, anti-inflamatórios e analgésicos podem causar problemas no fígado, rins, estômago e intestino.
É importante ressaltar também que tomar remédios de forma incorreta pode mascarar algum problema de saúde mais sério, pois o sintoma que está sendo tratado pelo medicamento não será analisado pelo médico posteriormente.

Outro problema recorrente de quem se automedica é “viciar” o organismo, que, com o tempo, não consegue mais usar seu próprio mecanismo de defesa para combater uma moléstia.

O profissional médico é a única pessoa capaz de avaliar os sintomas, pedir exames e, por fim, diagnosticar o paciente a fim de indicar o remédio ou tratamento adequados para cada caso.

Tags:, , , ,