Seis motivos para manter as vacinas em dia

Entenda como estar com seu calendário de vacinação em dia pode ajudar a evitar epidemias e até mesmo erradicar doenças.

Frischmann_Blog_importancia das vacinas

1 – As vacinas são uma das principais conquistas médicas, capazes de evitar, controlar e, até mesmo, eliminar doenças infecciosas do planeta.

É o caso da varíola, que foi eliminada em 1980 e nem consta mais no calendário. A poliomielite, por sua vez, está controlada e próxima de ser erradicada. As demais vacinas continuam de extrema importância para que alguns males não voltem a ser um problema.

2 – É a segunda melhor estratégia de prevenção, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com a instituição, perde apenas para o fornecimento de água tratada e saneamento.

3 – Algumas vacinas são capazes de evitar cânceres produzidos por infecções virais.

É o caso das vacinas do HPV – capaz de produzir tumores, tanto em mulheres quanto em homens – e a vacina contra o vírus da hepatite B – que também pode estar relacionado ao câncer de fígado.

4 – São eficazes e essenciais em todas as fases da vida.

Muitas vezes, associamos o ato de vacinar somente à infância, mas algumas vacinas precisam ser reaplicadas ao longo da vida ou para determinadas faixas etárias. A melhor forma de acompanhar de perto esse calendário é em uma conversa com seu médico.

5 – Se estivermos vacinados, protegemos também quem convive conosco.

Existem vacinas que só podem ser aplicadas a partir de determinada idade na infância. Mas se todos os familiares e cuidadores estiverem protegidos, a criança terá menor risco de adoecer. Isso também ocorre no caso de pessoas cujo sistema imunológico não permite receber vacinas. Por isso, quem é próximo do paciente deve estar protegido para evitar transmitir doenças.

6 – Os efeitos colaterais são, em geral, leves e de curta duração.

Algo que preocupa os pais na hora de vacinar os pequenos são os efeitos colaterais, como prostração nos bebês, e às vezes febre e perda de apetite. Porém, esse breve desconforto não é nada comparado à gravidade das doenças que podem surgir pela falta de vacinação.

Novas doenças podem surgir e precisamos estar prevenidos. Por isso, a vacinação é uma área da ciência que avança a cada dia, e precisa estar sempre atualizada. Só depois de longos estudos as vacinas são aprovadas, com rigorosos critérios de segurança e eficácia.
Infelizmente, não são todas as doenças infecciosas que possuem vacinas. É fundamental fazer sua parte para evitá-las, adotando medidas simples de prevenção no dia a dia.

Lembre-se de sempre conversar com seu médico antes de tomar uma vacina. Ele poderá fornecer todas as explicações e indicar qual a mais adequada para o seu caso.